Cacete Espanhola

 
A História

Onde tudo começou

A história do fabrico deste pão é muito antiga em Portugal. Datados do início de Portugal como nação, encontram-se instrumentos utilizados para o fabrico deste pão (cutelo de madeira rija ligado a uma tábua também de madeira, funcionando o cutelo como alavanca para ligar a massa).
Na Idade Média, para o mesmo fim, usavam-se rolos de madeira movimentados por um sistema de rodas dentadas. Atualmente a madeira foi substituída por rolos metálicos.
Este pão, dada a sua grande conservação, foi utilizado pelos navegadores portugueses, que o consumiam sob a forma de bolacha ou de cacete, cortado às rodelas e tostado.
descrição
É um pão de côdea lisa e miolo muito fechado e regular, típico do processo de sovagem a que a massa é submetida.

O pão apresenta uma forma alongada, com um comprimento entre 40 e 45 cm e um peso médio de 400 g, com um exterior dourado e um interior branco, de miolo homogéneo e fofo.

outras denominações
No norte de Portugal, o Cacete Espanhola é conhecido também por Cacete, Regueifa, Pão Arregueifado e Pão sovado.
Noutras regiões, é conhecido por Pão redondo (nas zonas raianas da Beira Alta) ou Pão de calo (na zona do Baixo Alentejo e Algarve).
 

Ficha de Produto

l

Designação Comercial

Cacete Espanhola

Tipologia

Pão e Broa

Origem

Minho

Condições de conservação e prazo médio de validade

24 Horas

Matérias Primas

Farinha de trigo Extreme T65, água, sal, levedura e melhorante.
O Processo

Processo de Fabrico

“Cacete Espanhola”

Prepara-se uma massa de pão com farinha, sal (em pequena quantidade) e cerca de metade da água usualmente empregada para fabricar a massa de pão. Deixa-se levedar e sova-se a massa para retirar a maior parte do gás produzido. Com este objetivo divide-se a massa em unidades pequenas que se rolam a fazer cacete (ou se comprimem com cilindros) a partir do qual se tendem os pães com os diferentes formatos.

Produto feito de forma tradicional: amassado e sovado à mão, pesado manualmente em balanças de pratos, formado e alongado à mão, tendido e cortado manualmente.

Fontes
Ribapão – Sociedade Panificadora, Lda.
DGADR – Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural